A PERSONALIDADE PSICOPATA RACIAL; E OUTROS ENSAIOS

A PERSONALIDADE PSICOPATA RACIAL; E OUTROS ENSAIOS

Cód. 799-0   -  

por R$ 35,00

Descrição

O Dr. Bobby Eugene Wright, foi um psicólogo preto, nasceu na cidade natal, Hobson City em 1934. Na Universidade de Chicago, ele obteve o doutorado em psicologia clínica.  Ele foi consultor da Administração de Saúde Mental para Abuso de Álcool / Drogas do Departamento de Saúde, Educação e Bem-Estar (HEW).  Ex-presidente da National Black Psychologists Association, ele também era membro da Association for Black Psychologists e da National Alliance for Black School Educators.  Além de suas realizações, ele foi diretor do Garfield Park Comprehensive Community Mental Health Center em Chicago.

 Conhecido por seus projetos organizacionais, o Dr. Wright levou muito a sério seu envolvimento na comunidade preta.  Ele participou da liderança dos capítulos de área do National Black Independent Political Party e do National Black United Front.  Reconhecido por seu ativismo, ele foi um convidado especial no Comitê de Ciência e Tecnologia do Sexto Congresso Pan-Africano realizado na Tanzânia em 1974. Como cientista social, ele buscou uma teoria social abrangente para os pretos e formulou o conceito  de mentacidio. Ele definiu mentacídio como "a destruição planejada e sistemática da mentalidade de um grupo visando à destruição do grupo".  Assim, o povo preto alienado de sua cultura e história acaba perdendo seu senso de propósito e direção, os sintomas do mentacídio.  Ciente das implicações dos avanços técnicos, como a modificação do comportamento e a engenharia genética, ele apresentou a ciência como uma ferramenta a serviço de fins maiores (como controlar os excluídos da sociedade branca), nem objetiva nem neutra. Sendo um crítico intransigente da sociedade ocidental, ele escreveu o seguinte sobre a relação da religião com o preconceito em ele escreveu:
 
" Por causa de sua falta de desenvolvimento ético ou moral, não há conflito entre a religião do branco e a opressão racial.  A raça branca historicamente oprimiu, explorou e matou pretos [sic], tudo em nome de seu deus Jesus Cristo e com a sanção de suas igrejas.  Por exemplo, é geralmente esquecido que a Ku Klux Klan é principalmente uma organização religiosa.  Além disso, os  pretos nunca devem esquecer o Papa [Pio XI] abençoando os aviões e pilotos italianos em seu caminho para bombardear homens, mulheres e crianças etíopes que só tinham lanças para se defender.
 
 No nível pessoal, Bobby Wright não tinha medo de defender seu ateísmo em público.  Falando no Sétimo Instituto Anual Afrikano Americano em 1981, ele reiterou sua perspectiva.  Respondendo a uma pergunta sobre organização entre a comunidade preta, ele retrucou:
 
 "Isso mostra a natureza da besta, isso mostra a você sobre Mentacidio.  Este assunto deve ser falado nas igrejas.  Adivinhe o que você fala quando vai à igreja?  Tudo menos o que fazer, você fala sobre algum Deus que ninguém jamais encontrou.  Deixe-me contar algo sobre Deus.  .  .  .  Se existe um Deus, posso dizer o seguinte: 1) Ele ou Ela está com raiva de nós, 2) Ele ou Ela não está do nosso lado, 3) Ele ou Ela é indiferente, ou 4) Ele ou Ela é Branco."
 
DETALHES DO PRODUTO
 
ANO: 2020
 
EDIÇÃO: 1º
 
EDITORA: MEDU NETER LIVROS